quarta-feira, 9 de novembro de 2011

As lições de Cristo no deserto

Olá queridos leitores!

Ás vezes lemos coisas de muita importância e os pequenos detalhes que fazem a diferença ficam escondidos na entrelinhas. É preciso ter o discernimento de Deus para receber a plenitude que Ele quer nos proporcionar dentro de sua palavra! Saber extrair a essência dos ensinamentos é algo que requer um pouco mais de estudo, aprofundamento e direção do Espírito Santo!

Quero escrever um pouco sobre a importante jornada de Cristo no deserto e algumas das lições que podemos extrair de sua experiência! Venha analisar comigo...

O deserto:

O Wiki diz:
Deserto, em geografia, é uma região que recebe pouca precipitação pluviométrica. Como consequência, os desertos têm a reputação de serem capazes de sustentar pouca vida.

O Dicionário Aurélio diz:
“região despovoada e árida; lugar solitário”

Podemos ver na bíblia que o deserto sempre foi um lugar que representava estar a beira da morte. O deserto tem as suas próprias regras e fechar os olhos para elas pode significar perder a vida.

Algumas pessoas que normalmente "espiritualizam" a palavra "deserto" tem costume de dizer que é um lugar de provação, de luta, mas também de intimidade com Deus. A sua vulnerabilidade te aproxima do Criador.

Analisando a passagem de Cristo no deserto e o desenrolar da trajetória podemos tirar lições práticas bem distintas: a natural e a espiritual.

Vejamos pois os versículos:
Marcos 1:10-13
E, logo que saiu da água, viu os céus abertos, e o Espírito, que como pomba descia sobre ele.
E ouviu-se uma voz dos céus, que dizia: Tu és o meu Filho amado em quem me comprazo.
E logo o Espírito o impeliu para o deserto.
E ali esteve no deserto quarenta dias, tentado por Satanás. E vivia entre as feras, e os anjos o serviam


Neste pequeno e importante trecho da bíblia, gostaria de destacar algumas partes:

  • O batismo na águas
  • O ministério do Espírito Santo
  • O reconhecimento do Pai com relação ao Filho
  • A obediência a voz do Espirito de Deus


O batismo nas águas
Algumas pessoas questionam a necessidade do batismo de Cristo.
Ele mesmo responde que é necessário que aconteça dessa forma, para que se cumpram as profecias. Era necessário também deixar o exemplo de humildade e obediência! O menor sendo aquele que abençoa o maior no momento do batismo (João batizando Jesus).

Algumas pessoas perderam a noção de humildade. A posição ou as patentes humanas são para eles superiores até ao Evangelho, o amor é algo que se vive da boca pra fora. A noção de obediência, deve funcionar apenas para quem é liderado! Hipócritas! Esqueceram que Cristo disse: o que quiser ser o maior, tem que servir ao menor. Precisamos voltar aos primeiros ensinamentos de Cristo urgentemente. Precisamos encontrar o caminho da humildade. Deus ainda nos dias de hoje procura algo mais valoroso do que grandes homens de paletó e gravata! Deus procura servos, amigos, confidentes, gente que carrega um pouco de humildade...que é maleável, amoroso, submisso....

Alguns valores estão invertidos hoje em dia, acredito que as pessoas antes de terem grandes cargos eclesiásticos, ou funções de destaque, deveriam aprender primeiro a serem servos!

Interessante lembrar que o batismo sempre nos leva a entender que estamos mudando de um estado para outro! Declaramos publicamente que estamos sendo lavados pela fé que professamos e queremos ter uma vida semelhante a de Cristo. A maior pregação do batismo é que Deus nos ama como somos, mas não quer que permaneçamos do mesmo jeito que estamos! Ele nos dá condições de mudarmos nossa mente, nosso coração, nosso entendimento, nossa fé... Somos "lavados" pelo poder da fé e automaticamente pela redenção que há em Cristo!


O Reconhecimento do Pai com relação ao filho
Uma das melhores coisas do mundo é sermos reconhecidos pelo que somos ou pelo que fazemos. Com certeza uma alegria maior ainda é quando não merecemos e somos adotados por Deus como parte de sua família.
Em uma visão humana, vemos o filho de Maria e José sendo chamado MEU FILHO por Deus. Aquela visão deve ter sido inesquecível para João, o Batista.
Deus se fez pai para todos os que ouvem a sua voz através de Cristo. Voce é filho e servo daquele ao qual voce obedece e se espelha! Pense nisto! Qual a imagem que tem buscado ser?!


O Ministério do Espírito Santo

Todo aquele que é filho de Deus, nesse se manifesta o Espírito que provém Dele! Não é possível vencer o mundo e as suas concupiscências sem o poder do Espírito Santo. O Espírito nos ensina, nos fortalece, nos direciona, nos capacita. Sentimos Deus fluir em caráter, alegria e poder através desse ministério. Ninguém deve aceitar não ter sua experiência com esta presença maravilhosa em sua vida! Tudo muda quando Deus entra, a nossa visão do evangelho, da igreja e de tudo á nossa volta mostra um significado novo!

A obediência a voz do Espirito de Deus
 “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria e o conhecimento do Santo é prudência” (Provérbios 9:10)
Temer é respeitar, obedecer e nesse caso é acreditar que o outro é superior.Obedecer á voz do Espírito de Deus é a chave para fazermos a vontade do Pai em sua plenitude! Estar na dispensação e confiar sempre que o Soberano tem um propósito em tudo o que faz, permite-nos caminhar sobre qualquer dificuldade sabendo que no final tudo vai sair conforme a direção de Deus! É certeza de que vai dar tudo certo!

O nosso coração deve estar sensível a voz do Espírito e a nossa vida deve estar preparada para obedecer! Jesus foi, como ser humano, obediente a voz de Deus, quando se permitiu ser levado ao deserto para ser tentado! O que comentamos nesse exato momento é fruto da obediência de um homem á voz do Espírito!

Pessoas que resolvem seguir seus próprios instintos e desejos tem criado complicações terríveis. É importante dar valor a uma voz superior. A onisciência de Deus nos direciona a uma caminho mais excelente, e no ministério, aqueles que são direcionados pelo criador, tem condições inerrantes de levar ovelhas ao aprisco de Deus, sem medo de desviar o seu propósito!

Lições práticas

Espiritualizando o Deserto
Todos em algum momento de sua caminhada inevitavelmente passarão pelo deserto, pois ele vem pra todos, sendo este crente no Senhor ou não!

O deserto representa aquele momento da sua vida em que parece que todas as coisas ruins que poderiam acontecer acontece! Você se sente sozinho, enfraquecido, incapacitado e necessitado de muitas coisas! O que mais sentimos falta além de água é companhia!

Para muitas pessoas o deserto traz também uma aparente distância de Deus e das pessoas! A sua fé é abalada, a auto-estima fica comprometida a sua visão com relação ao futuro é incerta! A dificuldade, a dor  e as lágrimas são suas companheiras fiéis. A demora é muito grande, parece que os motivos de viver se acabaram e o que acontece de bom é só uma miragem!
O deserto é cruel, implacável e mortífero e por incrível que pareça, algumas pessoas se lançam no deserto por conta própria.

A Palavra de Deus nos ensina a sermos revestidos do poder de Deus, para que possamos resistir ao dia mal. A grande diferença daqueles que confiam no Senhor é o poder que está por trás de sua vida! 
Cristo nos mostra a sua fidelidade ao obedecer e ir para o deserto, mas deixa claro que entendeu também que na sua caminhada de sofrimento e abstinência, Deus não o desamparou um minuto sequer! Ele ficou firme no seu propósito de chegar até o final!
"Será que em nossas lutas, o nosso propósito está claro? Será que a nossa confiança permanece inabalável? Confiaremos no amor de Deus?" - é bom refletirmos!

Caminhando ainda pelo deserto, no momento em que a fome e o cansaço tiveram seu ápice, como se não bastasse toda a dificuldade, o diabo se coloca no caminho de Jesus tentando seu coração com propostas! Apesar de tudo que tinha passado, Jesus dá um brado de vitória se colocando a disposição de Deus, negando todos os pratos do seu inimigo!
"Como temos passado as nossas dificuldades? Aceitamos aquilo que o inimigo nos tem imposto no deserto? Temos buscado atalhos? As nossas atitudes na luta tem glorificado a Deus?" - é bom refletirmos!

Depois de ter vencido as tentações, no final de sua caminhada a glória de Deus se manifesta a Cristo, quando os anjos vem e o servem no deserto!

Muitos querem ser servidos, querem vitórias, querem ser mais que vencedores, mas não querem passar dignamente pelo deserto! Os atalhos são mais atrativos, os seus interesses pessoais falam mais alto!

Enquanto não se aprende a servir, nunca sentirá o real prazer de ser servido!

O deserto é um lugar também de aprendizado! Nas dificuldades que encontramos no caminho é que Deus nos ensina a confiar nele, nos fortalece nas batalhas e nos proporciona experiência tão excepcionais quanto dificultosas.

Aproveite os momentos extremos! Exercite a sua fé no deserto!
Tenha certeza que aquele que te alistou, vai aperfeiçoar cada dia mais a sua vida, até aquele GRANDE DIA!

Um abraço a todos

Shalom Adonai

http://pt.wikipedia.org/wiki/Deserto
www.blibliaonline.com.br