quarta-feira, 20 de abril de 2011

Apostasia Induzida

Queridos leitores deste BLOG,

Este é um cantinho que reservei para guardar e compartilhar os pedaços de conhecimento que Deus me concede!
Gostaria muito de ver seu comentário sobre o assunto no final deste BLOG.

Sempre busco a direção de Deus para postar cada um dos ítens e o desejo de minha alma é que voce seja edificado em sua fé e conhecimento.

Falaremos então sobre um assunto muito discutido e polêmico: A apostasia

Definições de apostasia:

WIKI diz:
Apostasia (em grego antigo απόστασις [apóstasis], "estar longe de") não se refere a um mero desvio ou um afastamento em relação à sua fé e à prática religiosa. Tem o sentido de um afastamento definitivo e deliberado de alguma coisa, uma renúncia de sua anterior fé ou doutrinação. Pode manifestar-se abertamente ou de modo oculto.
Dependendo de cada religião, um apóstata, afastado do grupo religioso no qual era membro, pode ser vitima de preconceito, intolerância, difamação e calúnia por parte dos demais membros ativos. Um caso extremo, é aplicação da pena de morte para apóstatas na religião islâmica em países muçulmanos, como por exemplo, na Arábia Saudita e Irã.


O dicionário Aurélio diz:
Apostasia (do grego apostasia) — Substantivo feminino.
1. Separação ou deserção do corpo constituído (de uma instituição, de um partido, de uma corporação) ao qual se pertencia.
2. Abandono da fé de uma igreja, especialmente a cristã.
3. Abandono do estado religioso ou sacerdotal.

Trazendo a sardinha pra nossa brasa, isto é falando a respeito da nossa fé, apostasia aponta para: largar ou rejeitar a fé que uma vez já foi professada.
O indivíduo já viveu a fé, conheceu a fé, mas algo ele fez ou está fazendo que anula ou regride a integridade  da estrutura do que este acredita!

Texto de referência:
Por que, pois, se desvia este povo de Jerusalém com uma apostasia tão contínua? Persiste no engano, não quer voltar. Jeremias 8:5

Infelizmente em nossa caminhada com Cristo, muitas coisas podem acontecer para quebrar o nosso vínculo com a salvação (porque essa nossa fé produz salvação).
Alguns motivos são: a fraqueza moral que leva ao pecado, abandono espiritual, falta do conhecimento real da palavra da Vida, desânimos diversos, inconstância, inversão de valores, libertinagem, enfim, situações sortidas.
É muito comum infelizmente acharmos apóstatas dentro das igrejas. Pessoas que deixaram a fé a muito tempo, mas continuam no meio, misturadas, que esfriam ou contaminam a fé de muitos e dão um testemunho deformado da Graça de Cristo.

Um exemplo de apostasia aconteceu na vida de Nietzsche (Friedrich Wilhelm Nietzsche).
A sua biografia, mostra claramente a vida deste homem, que era filho de Cristãos e neto de pastores.
Este tinha toda a vocação para o pastorado, mas a apostasia bateu a sua porta. A filosofia tornou-se seu escape da presença de Deus e aos poucos o abismo "apostático" foi se formando na vida de Nietzsche.
Aos 24 anos já lecionava, e assim, depois de rejeitar a sua fé seu próximo passo foi o ateísmo. E como se não bastasse, começou a atacar diretamente o cristianismo, as religiões e a moral judaica.
Apesar de muitas obras escritas e um pouco de sucesso, morreu solitário, como foi desde o princípio, sem família e assolado por uma doença que iniciou-se na sua alma e terminou em seu corpo. Foi uma grande mente, mas infelizmente não se permitiu dirigir pelo poder de Deus, pelo contrário, rejeitou totalmente o governo Cristocêntrico e despencou virtiginosamente.
Infelizmente, nos dias de hoje, alguns ainda se firmam nas filosofias póstumas desse homem que teve os seus momentos de glória no mundo, mas rejeitou o Rei da glória, que teve todo o aparato para ser usado por Deus, mas preferiu seguir um outro caminho mais prazeroso.(leiam mais sobre Nietzsche)

Na verdade, falamos de apostasia, exemplificamos apostasia, mas quero dar uma pincelada no que eu chamo de "apostasia induzida"

Base bíblica:

2 Tessalonicenses 2:1-3
Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele,
Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto.
Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,


A palavra de Deus nos deixa claro, que virá um momento em que a apostasia terá o seu auge, e somente depois de instaurado este momento virá o homem do pecado e conseqüentemente o dia do Senhor.

Percebemos que a apostasia é um fato no meio do povo de Deus! Mas nunca houve em tempo algum a difusão da apostasia como está ocorrendo hoje.
Se apostatar é largar da fé o que podemos dizer da tal teologia da prosperidade, que na verdade mais é uma teoria do que uma realidade bíblica. Esta teoria que escraviza as pessoas, e mostra somente um futuro de riquezas terrenas, deixando Deus em segundo plano. Deus se torna um que recebe dinheiro e abençoa materialmente quem deu ($$$); mas esquece-se de cobrar caráter, amor verdadeiro, comunhão.
Forma pessoas amantes de si mesmo, individualistas e sem afeto. Forma corações mercenários e prosélitos disformes de uma espiritualidade mística, que buscam somente o milagre, mas esquecem-se do Dono do milagre! Nem se lembram que por causa dele mesmo, o inimigo se transforma em anjo de luz e faz também sinais, para que sua alma seja comprada!
O que dizer daqueles que distorcem a palavra de Deus incentivando enlaces matrimoniais e ajuntamentos ente pessoas do mesmo sexo, daqueles que cobrando sacrifícios a deus usam de estratégias para manipular massas, daqueles que usurpam a Deus auto-promevendo o seu ministério e seu nome, daqueles que usam da palavra para matar pessoas e para cometer todo tipo de genocídios físicos, morais e espirituais?!

Eu na verdade não consigo dizer muita coisa, afinal, quem sou eu, não é mesmo?
Mas existem milhões de almas doentes de apostasia induzida. Eles são levados a acreditar em inverdades bíblicas; lentamente são mortas no espírito, são induzidas ao erro!
Essa contaminação parece um filme de horror, do estilo mais macabro de A Volta dos Mortos Vivos.

Apostasia induzida!
Voce não foi obrigado a aceitar ela em sua vida, ela não foi  imposta através de uma lei violenta, nem injetada em sua veia, mas tomou ocasião da fé natural e se infiltrou no despreparo teológico de muitos, misturou-se na palavra da verdade e agora ficou difícil separar o joio do trigo.

Eu rogo a Deus que Ele levante pessoas com discernimento e autoridade na Palavra, para que antes "daquele dia" pessoas possam sentir o sabor gostoso do verdadeiro evangelho vivido nas entranhas do amor de Cristo; aquele evangelho sem mistura, vivido pelos apóstolos, pelos primeiros cristãos.
Como foi que fugimos tão rapidamente daquele evangelho para este? Como permitimos nosso coração ser enganado desta forma? Parece que uma síndrome de Laodicéia: "tô dentro(da igreja) mas tô frio, ou tô fora (da igreja) mas tô quente!", se apoderou do meio, e a vida cristã tornou-se morna, uma falsa alegria paira no ar, os valores foram invertidos e tudo fica escondido debaixo do tapete. E todos aqueles que tem um pouco de coragem de falar são "censurados".
Eu digo não ao "sistema" e digo sim á vida de Cristo! O amor Dele é constrangedor demais para mim!

Precisamos urgentemente passar no consultório de Cristo para recebermos uma injeção da Verdade que liberta!

Que Deus tenho misericórdia de nós!

A todos,


SHALOM ADONAI

By: Cesar Vitoriano
Dados bibliográficos:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Apostasia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Friedrich_Nietzsche


http://estudoscristaos.com/2009/06/estudo-cristao-fundamento-dos-apostolos.html
http://www.respondi.com.br/2007/01/como-saber-se-um-apstolo-genuno.html
http://www.cpr.org.br/apostolos&profetas.htm